APRESENTAÇÃO
MAPA DO SITE
LOCALIZAÇÃO
CASOS CLÍNICOS
CONSULTAS

 



Os dentes posteriores (molares e pré-molares) têm uma série de superfícies rugosas designadas por fissuras (veja maiores detalhes na parte de anatomia). 

Alimentos e bactérias ficam retidos frequentemente nestas rugosidades e provocam a cárie. De fato, mais de 75% da cárie dentária ocorrem nas áreas fissuradas, nos dentes posteriores. (repare na figura abaixo, em marrom, o início da formação de múltiplas cáries na face oclusal do primeiro molar inferior direito). 


Infelizmente, por uma questão de anatomia, nenhuma escova de dente possui cerdas que consigam alcançar o fundo destas fissuras para promover aí a correta higienização, isto é, remover as partículas alimentares, bactérias e placa bacteriana aí acumulada. 


Assim, independentemente do quanto e de como se escovar os dentes, as cáries podem ainda assim ocorrer nestas áreas.

O primeiro molar permanente que erupciona (nasce) aos seis anos aproximadamente, é o dente que mais tempo deve permanecer na boca durante a vida de qualquer pessoa.

 

Como, então, prevenir a cárie nestas áreas?


A melhor proteção destas áreas é a utilização de um produto designado por selante de fissuras.

O que são selantes? 

Selantes são camadas finas de plásticos aplicadas nas fissuras, que percorrem até á profundidade das rugosidades selando as fissuras que são propícias de cárie causadas por bactérias.

 

Os selantes são favoráveis para todos os dentes? 

Não. Os selantes são aplicados apenas nas áreas fissuradas de dentes específicos. Infelizmente, eles não podem ser aplicados nos espaços interdentários onde o uso de fio dental é recomendado para prevenir a cárie.

 

Quando é a melhor altura para colocar os selantes? 


Para prevenir a cárie, a melhor altura para colocar os selantes é antes que os dentes posteriores entrem em erupção e esteja sem tecido mole. Embora a aplicação dos selantes seja mais freqüente nos dentes das crianças, os adultos também procuram o benefício da prevenção dos selantes.

 

Como são aplicados os selantes? 

 

A aplicação dos selantes é muito simples e consiste num procedimento indolor. As rugosidades dentárias são, numa primeira fase, limpos e depois secos. Seguidamente aplica-se uma solução à superfície mastigadora para condicionar o esmalte e permitir uma aderência mais eficaz ao material selante. O dente é predominantemente lavado e seco. Posteriormente é colocada resina composta na superfície do dente e, por uma luz especial, endurece-se esta resina que é aplicada líquida. Depois aplica-se o material selante e estabiliza-se com a mesma luz. O procedimento demora apenas alguns minutos.

Então e os selantes duram? 

Sim, estudos dentários demonstraram que uma única aplicação dos selante dura sete anos ou mais. Investigações demonstraram que enquanto o selante permanecer no seu lugar e intacto, a superfície mastigatória está 100% protegida de cárie. A duração dos selantes depende de diversos fatores como: padrões da mastigação, hábitos e da sua dieta. Ocasionalmente poderá ser necessário substituir ou adicionar uma nova camada de material selante para que a barreira protetora permaneça forte e eficaz! (a foto ao lado mostra dois exemplos de apresentações comerciais de selante).

apresentacomerc





A imagem ao lado mostra dois exemplos de apresentações comerciais de selante. 








É fundamental que os selantes sejam vistos rotineiramente para garantir que estes permaneçam intactos.

 

Por que selar um dente é melhor do que restaurar uma cárie?

Os selantes ajudam a manter o dente são. A cárie destrói a estrutura do dente. Cada vez que um dente é restaurado ou a restauração é substituída, perde-se estrutura adicional do dente.



Os selantes poupam tempo, dinheiro e a necessidade de utilizar procedimentos de reconstrução. Os selantes são simples, indolor e com custos de tratamentos eficazes de modo a prevenir a cárie em certas áreas da boca.

 

Afinal, o selante pode ser aplicado em pacientes adolescentes ou adultos?

Sem dúvida, desde que o paciente apresente risco de cárie, ou seja, presença de placa cariogênica, consuma guloseimas fora dos horários das refeições principais, esteja consumindo medicamentos que diminuam o fluxo salivar ou apresente mancha pré-cariosa nos sulcos e nas fissuras.

 

VISITA/CONTATO
AFTAS
AIDS
AMÁLGAMA
ANATOMIA 1
ANATOMIA 2
ANATOMIA 3
ANESTESIA 1
ANESTESIA 2
BIOFILME
CARDIOPATIA
CÁRIE DENTAL
DIABETE
DOR OROFACIAL
EXODONTIA/SISO
ENDODONTIA
FLÚOR/FLUOROSE
GESTANTE
HALITOSE
HEMOFIlIA
HERPES
HIGIENIZAÇÃO
IMPLANTE
LINGUAGEM 1
LINHUAGEM 2
LINKs
NUTRIÇÃO
OCLUSÃO
ODONTOPEDIATRIA
ORTODONTIA
PERIODONTIA
PREVENÇÃO
SELANTE
527966
  

Site Map